Pré-jogo

Um ano após se irritar com Bauza, Tite troca elogios com o argentino

Tite e Edgardo Bauza foram bastante cordiais um com o outro antes de se reencontrarem no clássico entre Corinthians e São Paulo, no domingo (14 de fevereiro), em Itaquera. A irritação do brasileiro com o argentino, portanto, está esquecida.

Há quase um ano, Tite reagiu com berros a uma declaração de Bauza. Então no San Lorenzo, de seu país, o treinador adversário sugeriu que o Corinthians gostaria de colaborar com a classificação da sua equipe para o mata-mata da Copa Bridgestone Libertadores. A intenção seria eliminar precocemente o São Paulo.

“Isso é uma baixaria. Não serve! Para mim, não serve! Tenho muito respeito às instituições. Não sou técnico do Corinthians, estou técnico do Corinthians. Olho para trás na minha carreira e tenho muito orgulho dela. Não sei a intenção dele, mas a resposta está colocada!”, gritou Tite na ocasião. O gaúcho não escutou o posicionamento diretamente da boca de Bauza, mas sim por meio da livre interpretação de um repórter.

Seja como for, Tite não guardou mágoa do argentino, a quem admira pelos títulos da Libertadores de 2008, pela equatoriana LDU, e de 2014, pelo próprio San Lorenzo. “Independentemente do estilo, tenho a frase feita de que campeão a gente respeita. E respeito o Bauza pelo campeão que é. Não vou entrar em outros méritos, se gosto ou não do estilo dele. Eu o respeito como campeão”, repetiu, às vésperas do reencontro na Zona Leste paulistana.

Bauza foi ainda mais elogioso ao rival. “É um técnico muito brasileiro”, disse, ao ser questionado se o estilo de Tite era argentino. “Suas equipes têm um desenho tático que as tornam difíceis de bater. Ele foi campeão e é um dos melhores técnicos do País por isso. Já tive a possibilidade de enfrentá-lo e foi uma satisfação. Será assim novamente. É inteligente, com times com uma identidade muito clara e seguros do que querem”, acrescentou.

Informado outra vez por um repórter que o seu histórico havia sido enaltecido por Bauza, Tite se envaideceu. “Ele tem uma característica parecida com a minha, de ser mais sóbrio, discreto. É algo que temos em comum”, sorriu.

Tite e Bauza deverão trocar algumas palavras pessoalmente pouco antes das 17 horas (de Brasília) do domingo, quando Corinthians e São Paulo estarão no gramado de Itaquera em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

Comments

comments

Previous post

Tite recebe nova homenagem do Corinthians e agradece até a Dualib

Next post

Presidente do Corinthians diz que foi Malcom quem pediu para sair do clube

The Author

loucodobando

loucodobando

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *