Dia-a-dia

Tite recebe nova homenagem do Corinthians e agradece até a Dualib

Tite ganhou mais uma amostra de reconhecimento pelos seus serviços prestados ao Corinthians. Nesta sexta-feira, o presidente Roberto de Andrade se juntou ao treinador na entrevista coletiva concedida na sala de imprensa do CT Joaquim Grava para lhe entregar uma placa. Trata-se de uma homenagem pelos 350 jogos pelo time, que serão completados no clássico contra o São Paulo, no domingo, em Itaquera.

Atento aos diversos elogios que ouviu de Roberto de Andrade, Tite coçou os olhos ao receber o presente (que tinha a sua imagem gravada) e não se esqueceu de ninguém ao discursar. Falou até do ex-presidente Alberto Dualib, que o contratou para o seu primeiro trabalho no Corinthians, em 2004.

“Vamos ver se consigo ser natural. Queria agradecer ao presidente Roberto, com quem dividi alegrias extraordinárias. Em te agradecendo, agradeço também ao presidente Dualib, ao presidente Andrés e ao Mário Gobbi”, disse Tite, fazendo mais média com o atual mandatário do Corinthians.

“O homenageado é você, e não eu”, corrigiu Roberto de Andrade, antes de retribuir as palavras de Tite. “É uma honra tê-lo aqui. Só para ilustrar: desses seus 350 jogos, trabalhamos juntos em 299. É bastante coisa, um número expressivo. Só não estive junto na primeira passagem. Parabéns pela marca, por escolher o Corinthians para trabalhar. Temos muito orgulho de contar com você à frente do nosso time”, acrescentou o presidente, que atuou com o treinador anteriormente nas condições de diretor de futebol e de vice-presidente do clube.

Com o clima saudosista, Roberto aproveitou para recordar, com um sorriso no rosto, do dia em que levou uma bronca de Tite. No gramado do Pacaembu ao lado de Gobbi, então presidente, ele comemorou antecipadamente o título da Copa Libertadores da América de 2012, pouco antes de a final contra o argentino Boca Juniors acabar, e enervou o técnico. “O Tite não gostou mesmo. Teve palavrão e tudo.”

Achando graça, Tite garantiu não saber que estava dando uma reprimenda em seus superiores naquela noite, de tão concentrado na partida que estava. Em seguida, lembrou um episódio mais sério que marcou a parceria com Roberto de Andrade – uma das ocasiões em que poderia ter sido demitido pelo Corinthians. “Foi um momento de vestiário em que, com o peito aberto, esse cara aqui bancou a peteca”, afirmou.

Com mandato até fevereiro de 2018, Roberto de Andrade espera que Tite permaneça no Corinthians por tempo suficiente para construir laços com futuros presidentes do clube, e não só com Alberto Dualib, Andrés Sanchez, Mário Gobbi e ele próprio. “O Tite vai ultrapassar o grande treinador Oswaldo Brandão em número de jogos com certeza”, previu.

A meta é alcançável para quem já acumula 299 partidas em preto e branco. Brandão, o ídolo que liderou os históricos times campeões dos Paulistas de 1954 e 1977, contabilizou 435 jogos pelo Corinthians.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comments

comments

Previous post

Tite confirma escalação do Corinthians contra São Paulo com André e Giovanni

Next post

Um ano após se irritar com Bauza, Tite troca elogios com o argentino

The Author

loucodobando

loucodobando

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *