Dia-a-dia

Tite faz elogios ao estreante Maycon e dá bronca pública em Matheus Pereira

Maycon estreará como profissional diante do Capivariano, na noite desta quinta-feira, em Itaquera. Elogiado pelo técnico Tite quando ainda disputava a Copa São Paulo de Juniores ao lado do até então badalado meia Matheus Pereira, hoje em baixa, o volante conquistou definitivamente o gaúcho quando foi promovido e ganhou a oportunidade de ser titular.

“O técnico será compreensivo com os possíveis erros, mas tenho certeza de que ele jogará bem. É um atleta de dinâmica muito boa, com qualidade de passe, muito ágil, que troca de posição e infiltra. Ele tem o nível de concentração muito alto”, disse Tite, utilizando um dos seus elogios prediletos quando terminou de definir o novato, substituto do poupado Elias.

Com contrato recém-renovado até 2 de fevereiro de 2019, Maycon não chamou a atenção de Tite apenas dentro de campo. O treinador teve uma conversa reservada com o garoto de 18 anos antes de confirmar a sua escalação diante do Capivariano, para saber se poderia contar com ele também como primeiro volante, e surpreendeu-se com a resposta.

“Tinha a informação de que o Maycon já havia trabalhado nessa função. Aí, ele começou a falar que só tinha dificuldade contra jogadores de muita imposição física, pois seria difícil ganhar, mas que possuía bom posicionamento para executar a função. Fiz uma pergunta simples, e ele deu uma resposta complexa. Tem um nível de compreensão muito bom”, enalteceu outra vez.

Com Matheus Pereira, no entanto, a conversa de Tite não foi reservada. O treinador ficou incomodado porque o armador, utilizado até como titular em clássico contra o Santos, na Copa do Brasil do ano passado, desperdiçou um pênalti com cavadinha na final da última Copa São Paulo de Juniores. O Flamengo venceu aquela disputa e ficou com o título.

“Falei para ele: ‘Não gosto disso. Nunca mais na tua vida erre um pênalti assim. Erre como o Rodriguinho, igual ao Danilo. Ou, eventualmente, se estiver com placar de 3 a 0 ou 4 a 0… Mas nem aí justificaria bater dessa forma. Não é recurso técnico. Não faça mais isso’”, cobrou Tite, que fez esse discurso para Matheus diante de quase todo o elenco profissional do Corinthians.

Segundo o treinador, o meia tem condições de se recuperar e passar a receber elogios públicos, assim como hoje ocorre com Maycon. “Com 17, 18 anos, a gente aprende, mas precisa de alguém para dizer o que está certo e o que está errado”, concluiu Tite, que não tem tanta paciência para educar os pratas da casa. O volante Marciel, por exemplo, foi emprestado ao Cruzeiro em troca pelo veterano Willians para receber lições em Belo Horizonte e retornar – se não for vendido – mais maduro ao Corinthians.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comments

comments

Previous post

Tite pode atingir a marca de 25 jogos invictos no Paulistão

Next post

Com 7 mudanças, Corinthians pega Capivariano para se manter invicto

The Author

loucodobando

loucodobando

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *